Principais causas da celulite e tratamentos

A celulite é um mal que dificilmente pode ser evitado. Mesmo assim, o público feminino tem recorrido a tratamentos com o objetivo de amenizar este tipo de problema. Há várias técnicas disponíveis no mercado que são capazes de eliminar essas regularidades, aumentando a auto-estima da paciente.

De acordo com os especialistas, a celulite é causada por desarranjos no tecido subcutâneo. Caso não saiba, existe sob a nossa pele uma camada de gordura, cuja espessura varia de acordo com a região. Logo abaixo, estão os músculos, que se conectam a derme através de fibras elásticas que atravessam o tecido adiposo.

A perda de elasticidade dessas fibras origina as irregularidades sobre a pele, fazendo com que ela se pareça com a casca de uma laranja. Onde houver um maior acúmulo de gordura, mais nítidas serão as oscilações, por isso que a celulite se desenvolve com mais facilidade em áreas como quadril, coxas e bumbum. Pessoas com sobrepeso também apresentam uma maior tendência a ter o problema, o que não significa que os magrinhos estejam livres.

Outro dado interessante diz que a celulite é muito mais comum nas mulheres do que nos homens. Pesquisas revelam que 90% do público feminino sofrem com essas marquinhas em algum grau de intensidade. Vale lembrar que elas aparecem com maior freqüência nas pacientes que seguem dietas ricas em sal, gordura e carboidratos, que não praticam atividades físicas, ingerem pouco liquido, fumam e possuem um alto nível estresse.

Para melhorar o aspecto de sua pele, você deve recorrer aos tratamentos oferecidos pelas clinicas de estética. Hoje, este é um dos segmentos da medicina que mais cresce financeiramente, arrecadando milhões no Brasil todos os anos. Confira as técnicas mais conhecidas logo abaixo!

Creme anti-celulite – apenas o uso deste produto não é suficiente para resolver o problema, já que ele age de modo bastante discreto.

Massagem – a famosa drenagem linfática também não apresenta resultados significativos. Geralmente, sua aplicação é feita com ajuda de um aparelho que massageia a área afetada, melhorando a circulação no local. Esta opção serve muito mais como um método paliativo do que definitivo.

Laser – em alta no mercado, o laser é apontado como uma das soluções mais viáveis contra a celulite, apesar de sua eficácia ser questionada por alguns especialistas. Hoje, já existem técnicas que associam o uso do laser com ondas de radiofreqüência, gerando um efeito bastante satisfatório.

Liposucção – este tratamento faz a liberação das traves fibrosas através de cânulas especiais. Logo depois, o médico injeta a gordura lipoaspirada na depressão da celulite, atenuando as irregularidades sobre a pele. O resultado obtido com o procedimento agrada a maioria das pacientes.

Publicado por Fabio
Revisado em 09/05/2014

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar