Gabarito Saresp 2008 e 2009

O Saresp aplicado no ensino fundamental e no terceiro ano do ensino médio e visa avaliar o desempenho dos alunos e a qualidade do ensino.

Desde o ano de 1996, a educação no Estado de São Paulo é avaliada pelo SARESP (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). A prova é aplicada aos alunos que estão na 2ª, 4ª, 6ª e 8ª série do nível fundamental e no 3º ano do ensino médio.

Geralmente, o exame acontece no final de cada ano letivo. Até hoje, seu formato já passou por várias transformações, entretanto, em todas as edições a avaliação é formada por questões de múltipla escolha e uma redação.

Apesar de muito alunos ficarem nervosos, é importante frisar que este tipo de prova não serve para avaliar cada aluno em separado, mas sim todo o sistema de ensino de uma forma geral. A partir dos resultados obtidos por cada escola, é possível traçar planos e estratégias de ensino visando sempre levar os estudantes a melhor educação.

Saresp 2008

Menina fazendo prova do Saresp

Diferentemente dos exames anteriores, o aplicado em 2008 possuía contagem de tempo. Os participantes tinham 20 minutos para responder a 8 questões de uma matéria e mais 5 para passar as respostas no gabarito.

A novidade, segundo a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, foi introduzida para ensinar os alunos a lideram com o fator tempo. Mas, para muita gente, ela só serviu para complicar ainda mais a realização do exame, ao invés de trazer algum benefício aos estudantes.

Os interessados podem acessar o site da secretária da educação e conferir o resultado geral do Saresp 2008 e Saresp 2009 além de outros anos.

Objetivo do Saresp

Com base no Saresp, o governo avalia as necessidades de cada instituição e tenta supri-las através do envio de verbas e do treinamento dos docentes.

Com a unificação do ensino em todo o estado, a tendência é de que as escolas apresentem um desempenho ainda melhor e que as lacunas no aprendizado sejam preenchidas. Por isso, é extremamente importante encarar a prova com seriedade, pois ela pode ser determinante para o aumento na qualidade da educação.

Publicado por Fabio
Revisado em 08/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar