Exame medico admissional

Ao contratar um funcionário o empregador deve solicitar o exame médico admissional para avaliar se a pessoa pode trabalhar em sua empresa.

O médico além de ser responsável por cuidar e zelar pela saúde e bem estar, também é incumbido de outra grande responsabilidade: a de nos dar a garantia de que podemos trabalhar através do exame médico admissional.

Este exame é solicitado pelas empresas ao contratar um funcionário para que elas possam analisar o estado de saúde do empregado. Em alguns concursos o exame também é pedido aos candidatos, como exame de sangue e de pressão.

Esse exame é obrigatório, previsto no artigo 108 da CLT e tem por finalidade verificar se o funcionário tem condições físicas de desempenhar suas funções de serviço e então seja emitido um Atestado Médico de Capacidade Funcional que é a comprovação de que o trabalhador está em condições aptas de trabalhar.

O exame médico

O exame é fundamental já que pode comprovar a saúde do indivíduo para que assim a empresa possa ter a certeza que o recém contratado está apto para realizar todas suas tarefas.

No entanto, este exame é imprescindível para evitar futuros transtornos com o funcionário caso ele tenha problemas de saúde em decorrência do cargo que exercer dentro da empresa. Os exames são muito simples no qual o médico deve fazer algumas perguntas em relação aos seus trabalhos anteriores e lhe examinar como se fosse uma consulta normal o qual deve aferir a pressão arterial, diabetes dentre outros procedimentos básicos.

Médico escrevendo exame

Exame admissional

O exame deve ser feito para evitar futuros aborrecimentos para o empregador já que o mesmo dificilmente irá contratar uma pessoa que tenha problemas de saúde e o problema pode se agravar com o passar do tempo.

Portanto, o empregador deve exigir o exame de seu funcionário para que possa ter a certeza de que ele está em condições para exercer a função destinada para o mesmo.

É importante fazer esses exames em uma clínica especializada que ofereça profissionais capacitados para fazer uma avaliação correta do trabalhador. Os exames que não são permitidos são: testes de gravidez, de esterilização e o exame de HIV, mais conhecido por AIDS, já que podem ser considerados práticas discriminatórias.

Entenda o exame admissional e demissional

Publicado por Fabio
Revisado em 22/01/2013

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar