Doenças transmitidas pela água resumo

Muitas doenças podem ser transmitidas pelas águas sujas e não tratadas. Veja os sintomas e tratamentos da cólera, hepatite e leptospirose.

A água é indispensável em nossa vida, já que sem ela não conseguíramos viver, por isso devemos usar de maneira consciente e adequada, pois mesmo o planeta ser composto de 70% de água, apenas 4% dela é adequada para consumo de uma população de mais de sete bilhões de pessoas, e que não para de crescer.

O déficit de água potável e poucos recursos para o tratamento de esgoto acaba facilitando a transmissão de doenças. Em dias de muita chuva e enchentes, centenas de pessoas entram em contato com essa água contaminada, que transmite diversas doenças graves, que se não tratadas, podem levar a morte.

A maior incidência de mortes acontece com crianças, ou com idosos, já que estes grupos possuem menos anticorpos para combater as infecções ou inflamações. No Brasil, cerca de 3 milhões de famílias não tem o recebimento de água tratada, e o número duplica quando o assunto é tratamento de esgoto. Todos estes brasileiros estão mais propensos a se contaminarem com doenças graves.

Doenças transmitidas por água contaminada.

Doenças que são transmitidas pela água

Os cuidados com a água devem ser constantes para evitar as doenças que ela pode transmitir. Abaixo seguem algumas dessas doenças, e como elas são de fato transmitidas aos humanos.

Cólera

Garoto haitiano vítima de cólera.

A cólera é uma doença causada por uma bactéria que se multiplica rapidamente no intestino, produzindo uma toxina muito potente, que acaba causando uma intensa diarreia. A doença pode ser transmitida através de dejetos fecais de doentes, alimentos e talheres contaminados, e principalmente água contaminada.

Sintomas

O período de incubação da doença é de aproximadamente cinco dias. Neste período ocorre à diarreia aquosa, podendo perder até 20 litros de água por dia, causando uma desidratação intensa que se não tratada pode levar a morte.

- Diarreia.
- Vômitos e náuseas.
- Hipotermia.
- Taquicardia.
- Dores abdominais parecendo cólica.

Tratamento

O tratamento deve ser imediato, com soro fisiológico ou caseiro para que assim possa repor a água e os sais minerais. Com uma pitada de sal, meia xícara de açúcar e meio litro de água tratada você já consegue fazer um ótimo soro caseiro. Na unidade hospitalar, o paciente é enviado para a emergência, sendo o tratamento a base de antibióticos e, por via intravenosa, uma solução salina é injetada.

Hepatite A

Prevenção contra a Hepatite A

A hepatite A é uma doença aguda que afeta o fígado, sua transmissão ocorre por via ora-fecal de uma pessoa infectada para outra saudável, por alimentos e principalmente por água contaminada. A contaminação pode ser por alimentos mal-preparados e pela água contaminada pelas fezes de pessoas infectadas.

Sintomas

O tempo de incubação da doença é de aproximadamente um mês, quando em contato com o intestino, acaba infectando os enterócitos da mucosa se multiplicando. Os sintomas se dão devido os danos do vírus como a reação destrutiva para as células infectadas pelo sistema imunitário.

- Febre.
- Náuseas.
- Dores abdominais.
- Olhos e pele amarelados.
- Falta de apetite.
- Diarreia que dura cerca de um mês.

Tratamento

O tratamento fica por conta do próprio organismo, já que ele combate a doença assim como outras virais, é indicado o repouso quase absoluto e beber muita água.

Como se proteger das hepatites

Leptospirose

Leptospirose é uma doença transmitida por ratos.

A leptospirose é uma infecção aguda considerava muito grave, sendo em alguns casos fatal. Causada por uma bactéria transmitida por animais, principalmente ratos, acaba sendo contraída por seres humanos que  tenham contato direto com urina dos animais infectados. A água contamina com o vírus é o principal vetor, então a leptospirose é capaz de penetrar no organismo através das mucosas e pequenos ferimentos.

A doença pode ser classificada de duas formas, sendo elas:

- Forma anictéria: não ocorre o amarelamento da pele sem muitos sintomas, considerado benigno e presente em 90% dos infectados.

- Forma ictérica: a pele fica amarelada e de uma maneira mais grave. Acomete cerca de 10% dos pacientes, que podem morrer vítimas da doença.

Sintomas

Não é fácil dar o diagnostico da doença, devido a grande diversidade de sintomas, considerados comuns em quadros clínicos. O período de incubação pode variar entre 2 e 45 dias, tendo uma média de 10 de intervalo entre a contaminação com o início dos sintomas da doença.

- Náuseas.
- Diarreias e vômitos.
- Febre.
- Calafrios.
- Dor de cabeça e muscular.
- Manchas pelo corpo.
- Dores abdominais e articular.
- Olhos acentuadamente vermelhos.

Tratamento

O tratamento da leptospirose é feito com medicamentos antibióticos que ajudam a eliminar as bactérias dos rins e consequentemente a transmissão da doença. No caso de animais contaminados a recomendação prevista em lei é que fique internado em clinica veterinária para que os cuidados sejam tomados.

O que é e como é transmitida a leptospirose

Essas são algumas das doenças causadas pela contaminação de água suja e não tratada, especialmente em regiões que não há  tratamento de esgoto adequado, ou que sofram com constantes inundações. No caso de dúvidas ou qualquer sintoma mencionado anteriormente, procure um médico.

Publicado por Miriam
Revisado em 08/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar