Como fazer para vender um carro financiado

Antes de realizar a compra de um carro é fundamental fazer uma pesquisa no mercado para avaliar quais lojas oferecem os melhores preços.

Pessoas fazendo contas

A grande desvantagem deste tipo de serviço são os altos juros e o grande número de parcelas.

O financiamento é a solução mais procurada por quem deseja comprar um carro. Como muita gente não tem dinheiro para pagar o veículo à vista, o jeito é emprestar de alguma instituição financeira.

A grande desvantagem deste tipo de serviço são os altos juros e o grande número de parcelas. Por isso que antes de fechar negócio você precisa fazer um bom planejamento. Veja se o valor das parcelas não vai comprometer a sua renda e dificultar o pagamento de suas despesas.

Carros financiados

Há muitos casos de pessoas que fizeram o financiamento, mas não tiveram condições de quitá-lo completamente. Em situações como esta você pode devolver o carro para a financeira ou vendê-lo, transferindo a dívida para outro consumidor.

Escolhendo pela primeira opção, o automóvel é leiloado. Com o valor obtido através da negociação a empresa paga as parcelas que estão sobrando. O restante do dinheiro é devolvido ao antigo proprietário.

Entretanto, os especialistas afirmam que vender o veículo, transferindo a dívida para outra pessoa, é a alternativa mais vantajosa. Aqueles que agem desta forma conseguem repassar o carro pelo seu preço de mercado, sem depender de lances.

Dicas de negociação

Mulher comprando carro

Geralmente, para não ter que tomar nenhuma medida radical, a instituição acaba fazendo um refinanciamento. A forma de negociação é feita de acordo com o tamanho da dívida que o cliente possui e o valor do automóvel. Porém, apesar de ser uma opção tentadora, o endividado precisa pensar bastante antes de bater o martelo, já que ele poderá pagar até três vezes mais o valor caso faça a renegociação.

Agora, se ele simplesmente deixar de quitar as mensalidades sem dar satisfação, o proprietário corre o sério risco de ter o seu carro apreendido.

Portanto, não deixe de cumprir com os seus compromissos e, assim, você estará evitando grandes problemas. Para mais informações, consulte um especialista.

Publicado por Fabio
Revisado em 06/10/2015

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar