Casacos de Pele Sintética


Desde os primórdios da humanidade o ser humano vem criando novas maneiras para tentar aumentar o seu conforto, um fator que incomodava muito os famosos homens das cavernas, principalmente das regiões geladas era o frio, por isso ao longo da história foi aprimorando a maneira de se esquentar, e uma das mais eficientes foi a utilização de peles de animais.
Um grande problema enfrentado para a confecção desses casacos é que o numero de animais abatidos é absurdo, principalmente quando o casaco utiliza pele de animais pequenos como chinchilas.

Felizmente com o avanço tecnológico, novos tecidos vão surgindo e fica muito mais fácil imitar a pele de alguns animais sem promover qualquer danos aos bichinhos, além de estar muito mais integrado com a moda atual, que visa a ecologia com um ponto forte.

Antigamente era muito difícil se conseguir comprar um casaco de pele sintética aqui no Brasil, pois as industrias não estavam interessadas nesse mercado, porém com a legislação cada vez mais severa e as punições de produtores de pele animal mais freqüentes, a migração para os materiais sintéticos foi uma grande saída.
Para se fazer um casaco de pele animal, era necessário passar a pele por uma serie de processos deixando o produto final com um valor muito mais elevado que os sintéticos, que são fabricados sob medida.
Um grande problema dos casacos de pele de origem animal é a degradação do material, pois como possui origem orgânica, pode acabar estragando ou apodrecendo fazendo com que o casaco perdesse todo o seu glamour.
Apesar de ser uma moda que vem com tudo, nem sempre vale a pena se comprar um casaco desse aqui no Brasil, pois na maioria dos lugares é sempre quente o ano inteiro, provavelmente as passarelas e desfiles serão os únicos lugares que esses casacos irão reinar.
O intuito da criação de casacos sintéticos é muito bom, é ecologicamente correto além de fazer muito bem para os olhos, e principalmente para o bolso, vendo que seu valor é muito menor que um casaco de pele animal.

Publicado por Fabio
Revisado em 03/06/2011

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar