Caixa Econômica FGTS CRF

Todos os trabalhadores com registro em carteira têm direito ao FGTS. Veja mais informações sobre esse benefício no post abaixo.

O Fundo de Garantia por tempo de serviço (FGTS) entrou em vigor em 1966. O mesmo é um direito garantido por lei a todos os trabalhadores que possuem carteira de trabalho regido pela CLT.

O FGTS tem como intuito amparar os empregados em caso de demissão, ele é depositado pelo CRF na Caixa Econômica e serve como investimentos habitacionais, saneamento ou infraestrutura dos empregados.

O benefício é a junção dos recursos adquiridos pela empresa e através da CRF é depositado todos os meses em contas na Caixa Econômica em nome de cada funcionário.

FGTS CRF

FGTS carteira de trabalho

As empresas que registrarem um funcionário mediante a CLT devem depositar por meio do CRF uma conta na Caixa Econômica no valor de 8% com base na remuneração mensal do funcionário, os jovens aprendizes recebem o CRF no valor de 2% ao mês.

Esse valor pode ser depositado até o dia 7 de cada mês e o mesmo pode ser realizado em agências da Caixa Econômica ou financiadas da empresa, Lotéricas, dentre outros locais.

Os empregadores utilizam o SEFIP GRF (Sistema Empresarial de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) para manter os depósitos em dia.

Consulta Caixa Econômica FGTS CRF

Mulher consultando FGTS

A Caixa Econômica permite que o empregador ou empregado consulte a situação da sua conta, desta maneira pode conferir se a mesma esta regular. O trabalhador deve informar a inscrição da empresa, CNPJ ou CEI e o estado que mora.

Basta acessar o site da Caixa Econômica Federal e conferir os recursos que a agência oferece tais como FGTS, CRF, SEFIP, loteria, cartões de crédito, habitação, dentre outros.

Caso o empregador esteja irregular com o pagamento do FGTS dos funcionários a Caixa Econômica permite o parcelamento do débito com emissão do CRF.

Como sacar o FGTS?

O FGTS pode ser sacado pelo trabalhador para comprar uma casa própria, falta de atividade remunerada por 90 dias, idade igual ou superior a 70 anos, doenças graves do trabalhador, sua mulher, ou filho. O valor pode ser sacado em uma agência da Caixa Econômica Federal em até cinco dias úteis após o pedido do trabalhador.

A Caixa Econômica visa oferecer os melhores serviços aos clientes, diante disso ela atende aos cidadãos correntista da empresa, como também aquelas que não são.

Como consultar o FGTS?

14/02/13 por Evelin

   



Mais informações por email

Comentar