Resumo da Guerra Fria

A Guerra Fria foi uma disputa entre os Estados Unidos e a União Soviética, país capitalista e socialista que teve fim no ano de 1989.

Guerra Fria

Os países tentavam mostrar a superioridade de seus respectivos sistemas econômicos.

A guerra fria foi caracterizada pela disputa entre Estados Unidos e URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), principalmente a Rússia, após a Segunda Guerra Mundial, onde ambos os países tentavam mostrar a superioridade de seus respectivos sistemas econômicos.

No entanto, esta caracterização pode ser considerada válida, mas com uma série de restrições em apenas um período imediato pós-segunda Guerra, até a década de 1950 e logo depois nos anos de 1960 o bloco socialista decidiu se dividir dentre as décadas de 1970 e 1980, onde a China comunista se aliou aos Estados Unidos em uma disputa contra a União Soviética.

Por este motivo, o mundo acabou sendo "dividido" em dois blocos: O capitalista, dominado pelos norte-americanos, e o socialista, comandado pelos soviéticos. Sendo assim este período também ficou marcado pela corrida armamentista que durante 40 anos deixou o mundo diante da ameaça de uma guerra nuclear.

De onde surgiu o termo "Guerra Fria"

Capitalismo e socialismo

A terminologia "Guerra Fria", se dá pelo fato de que os países envolvidos não se confrontaram com armas, mas sim com ações políticas e científicas, que mostravam ao mundo que tanto os EUA quanto a URSS, tinham poder bélico e científico para "dominar e acabar" com qualquer um que os confrontasse.

EUA vs. URSS

Para impedir o avanço comunista, os Estados Unidos forneciam apoio bélico e econômico aos países que se aliassem ao lado capitalista e o Plano Marshall, que resultou na injeção de mais de 13 bilhões de dólares na Europa, oferecendo ajuda econômica por meio de empréstimos para que pudessem reconstruir os países capitalistas que foram afetados pela Segunda Guerra Mundial.

Soldados durante a guerra

Do outro lado, a União Soviética adotou a política isolacionista mais conhecida como Cortina de Ferro, aliança na qual os governos pertencentes ao Leste Europeu se tornaram satélites de Moscou, graças à ação do Exército Vermelho, que resultou em 1940, na construção do Muro de Berlin, construído para que pudesse ser feita a divisão da cidade, dividindo-a em socialista e capitalista.

Soldado agredindo cidadão

Corrida Espacial

Um dos principais marcos da Guerra Fria foi a corrida espacial, uma das mais importantes disputas entre a URSS e os EUA, visando a conquista do espaço. O primeiro marco dessa disputa foi o primeiro ser vivo a serr mandado para o espaço, a cadela Laika, enviada pela URSS, em 1957.

Já o primeiro ser humano a ser enviado, foi o russo Yuri Gagarin, em 1961. Os Estaos Unidos no entando conseguiu colocar o primeiro homem no espaço a pisar na Lua, e foi em 1969 que Neil Armstrong e Edwin Aldrin caminharam em solo lunar. Apesar disso, até hoje há quem afirme que a visita do Homem a Lua não passou de uma farsa, visto que, mais de 40 anos depois, nenhum outro ser humano pisou em terreno lunar.

Fim da Guerra Fria

A pressão e a guerra ideológica entre as duas superpotências só começaram a diminuir depois que o líder soviético Mikhail Gorbatchov assumiu o poder, e também depois da queda do Muro de Berlim, em 1989, que foi o marco final da Guerra Fria. Porém, a URSS só veio a se desintegrar dois anos depois, em 1991, quando os países aliados a URSS passaram a adotar, gradativamente, o capitalismo.

Resumo da Guerra

Conflitos da Guerra Fria

03/09/09 por Fabio

   



Mais informações por email

Comentar