Misofonia o que é?

Se você se irrita com alguns barulhos comuns constantemente, é preciso estar atento, pois isso pode ser um dos sintomas da misofonia.

Imagine-se caminhando na rua, ao som de buzinas, barulhos de motor e pessoas falando. Essa situação comum no cotidiano da maioria das pessoas pode não ser tão "comum" para outras. Isso porque um grupo específico de pessoas possui uma hipersensibilidade aos sons do cotidiano. Trata-se de uma síndrome chamada misofonia.

Misofonia

Esse grupo de pessoas costuma se irritar com simples sons de torneira pingando ou com qualquer barulho que, para outras, é algo extremamente comum.

Mais sobre misofonia o que é?

Essa síndrome vem sendo estudada desde a década de 90, e alguns pontos já foram desmistificados. Sabe-se, por exemplo, que costuma se manifestar no final da infância.

Misofonia 2

A síndrome da misofonia se classifica em graus, possuindo ao todo 11 níveis diferentes. Já existem tratamentos psicológicos para a doença, que precisa ser tratada em terapia, pois seus portadores muitas vezes tem ataques de histeria e violência.

Quais os sintomas da Misofonia?

A misofonia, como já dito, aparece normalmente ao final da infância. Mas isso não é a regra, pois pode surgir a qualquer idade. Comumente a reação acontece com um som específico, como o teclar do computador de um colega de serviço, e se alastra para outros sons com o tempo.

Ao escutar o som, a pessoa reage com irritação, raiva e até mesmo com violência e histeria.

Misofonia 3

Se você se deparar se irritando várias vezes por causa de um mesmo som, te deixando histérico e com picos de violência, isso pode ser um sinal de misofonia, e talvez seja a hora de procurar um terapeuta.

Mas fique tranquilo, se irritar com alguns sons atípicos não é um sintoma certo de misofonia, pois todos nós, em momentos que exigem raciocínio, nos irritamos com outas pessoas apertando o "click" da caneta ou batendo os pés. Tome cuidado apenas se essas irritações tornarem-se constantes.

Qual a maneira de tratar a Misofonia?

Alguns portadores de misofonia, ao primeiro sinal da doença, tentam tratá-lo encobrindo o som que lhe incomoda com música. Mas essa não é a maneira correta, uma vez que a misofonia não tratada pode chegar a consequências graves.

Misofonia 4

O paciente deixa de se relacionar com pessoas ou causa sérios desgastes nessas relações devido a grande irritação.

A terapia é o melhor tratamento e certamente é o que o psicólogo vai te recomendar. A terapia cognitiva-condicional, apesar de não curar misofonia, ajuda o paciente a aceitá-la e conviver melhor com ela.

Conversar sobre ela com o medico já será um bom passo.

30/10/15 por Paulo Sérgio

   



Mais informações por email

Comentários

  1. Tenho isso desde criança. acho que só em outra vida isso será resolvido!

    henrique

    12/11/15

Comentar