Caixa Econômica FGTS CRF

Todos os trabalhadores com registro em carteira têm direito ao FGTS. Veja mais informações sobre esse benefício no post abaixo.

O Fundo de Garantia por tempo de serviço (FGTS) entrou em vigor em 1966. O mesmo é um direito garantido por lei a todos os trabalhadores que possuem carteira de trabalho regido pela CLT.

O FGTS tem como intuito amparar os empregados em caso de demissão, ele é depositado pelo CRF na Caixa Econômica e serve como investimentos habitacionais, saneamento ou infraestrutura dos empregados.

O benefício é a junção dos recursos adquiridos pela empresa e através da CRF é depositado todos os meses em contas na Caixa Econômica em nome de cada funcionário.

Mais sobre caixa Econômica FGTS CRF

FGTS CRF

FGTS carteira de trabalho

As empresas que registrarem um funcionário mediante a CLT devem depositar por meio do CRF uma conta na Caixa Econômica no valor de 8% com base na remuneração mensal do funcionário, os jovens aprendizes recebem o CRF no valor de 2% ao mês.

Esse valor pode ser depositado até o dia 7 de cada mês e o mesmo pode ser realizado em agências da Caixa Econômica ou financiadas da empresa, Lotéricas, dentre outros locais.

Os empregadores utilizam o SEFIP GRF (Sistema Empresarial de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) para manter os depósitos em dia.

Consulta Caixa Econômica FGTS CRF

Mulher consultando FGTS

A Caixa Econômica permite que o empregador ou empregado consulte a situação da sua conta, desta maneira pode conferir se a mesma esta regular. O trabalhador deve informar a inscrição da empresa, CNPJ ou CEI e o estado que mora.

Basta acessar o site da Caixa Econômica Federal e conferir os recursos que a agência oferece tais como FGTS, CRF, SEFIP, loteria, cartões de crédito, habitação, dentre outros.

Caso o empregador esteja irregular com o pagamento do FGTS dos funcionários a Caixa Econômica permite o parcelamento do débito com emissão do CRF.

Como sacar o FGTS?

O FGTS pode ser sacado pelo trabalhador para comprar uma casa própria, falta de atividade remunerada por 90 dias, idade igual ou superior a 70 anos, doenças graves do trabalhador, sua mulher, ou filho. O valor pode ser sacado em uma agência da Caixa Econômica Federal em até cinco dias úteis após o pedido do trabalhador.

A Caixa Econômica visa oferecer os melhores serviços aos clientes, diante disso ela atende aos cidadãos correntista da empresa, como também aquelas que não são.

Como consultar o FGTS?

14/02/13 por Evelin

   



Mais informações por email

Comentar