A fome na África

Querendo saber mais sobre os números da fome no terceiro maior continente do mundo? Confira estes tristes dados em nossa matéria sobre a África.

A África é o continente mais pobre de todo o mundo. Lá a grande maioria da população vive abaixo da linha da pobreza, sendo a fome e a miséria os principais problemas que assolam o povo africano, e podemos dizer que esses problemas são até maiores que os constantes conflitos e guerras pelos quais passam muitos dos países do Continente Africano.

Segundo dados da ONU, a cada minuto morrem 5 crianças africanas menores de cinco anos em decorrência da fome, por dia, podemos dizer que 7.200 crianças morrem de fome diariamente naquele continente. Além disso, quando estendemos os dados a população geral daquele continente, somando os casos de vidas tiradas pela fome de adultos, idosos e adolescentes, além das crianças maiores de cinco anos, os dados apontam para quase 20 mil mortes diárias. Em países como a Somália, somente até o final 2012, aproximadamente 750 mil pessoas vão morrer de fome.

Fome no continente africano.

 

Além da desnutrição, a fome também leva a várias deficiências, como má formação dos fetos, além de problemas cardíacos, respiratórios, circulatórias, digestórios, entre muitos outros, e dessa maneira, as pessoas acabam morrendo em decorrência da fome, e da falta de nutrientes como cálcio, potássio, magnésio, proteínas, entre outros.

Dos mais de 850 milhões de habitantes de todo o continente Africano, 230 milhões não consomem a quantidade mínima de calorias necessárias para suas necessidades diárias. Fora toda essa enorme quantidade de pessoas, existem outros quase 100 milhões que vivem em situação de extrema pobreza, e deste 100 milhões, cerca de 23 milhões podem morrer de fome, ou de doenças causadas pela falta de alimento. Entre os países onde a fome é mais predominante estão: Etiópia, Somália, Sudão, Moçambique, Malavi, Libéria, GuinéBissau, Serra Leoa, Dlibuti, Gana, Gâmbia, Guiné Equatorial, Lesoto, Mauritânia e Angola. Mas podemos dizer que praticamente todo o Continente é massivamente miserável.

A FOME NA ÁFRICA - Somália, Quênia, Etiópia

O que causa a fome no continente Africano

A fome no continente africano não é causada pela falta de alimento, e sim pelo fato de que a população não tem acesso ao alimento produzido ou importado para o continente, pois assim como no Brasil, a renda está concentrada na mão de poucos. Além disso, a África é um continente extremamente grande, e possui grandes áreas onde a seca predomina, e por essa razão, é praticamente impossível o cultivo da terra.

Além das causas naturais, também podemos destacar o fato que praticamente não há trabalho naquele continente, que ainda pode ser considerado "selvagem", sendo que, quase que 45% de sua população ainda vive em vilas, aldeias, tribos e vilarejos, que costumam ter entre 18 e 10.000 habitantes.

Como a taxa de investimento de grandes e pequenas empresas na África está limitada a países mais ricos e desenvolvidos, como o Marrocos, por exemplo, os países pobres acabam não tendo nenhuma infra-estrutura, que garanta a sua população buscar sua renda, e dessa maneira melhorar de vida. Milhões de africanos vivem basicamente daquilo que tiram da terra, seja da caça, pesca ou simplesmente do barro, já que assim como no Haiti, muitos africanos fazem biscoitos de uma mistura de barro, água e sal, e os comem para saciar a fome.

Números da fome na África.

Da fome à AIDS

Não somente a fome é terrível na África, a calamidade em relação à saúde publica também é alarmante. No meio das ruas, possível ver crianças morrendo a todo instante, outras procurando o que comer, e as vagas nos leitos dos hospitais estão quase todas ocupadas em decorrência de outras pessoas que estão morrendo de fome, ou AIDS, já que por lá, como não existe tratamento ou ele não alcança toda a população infectada, ou políticas de prevenção, os números são assustadores. Estima-se que a cada 3 infectados com po HIV no mundo, 2 vivam na África.

Guerras

Outro fator importante na miséria e fome do povo africano sãos as constantes guerras pelas quais passam seus países. Atualmente, dados oficiais mostram que os países Somália, Ruanda, Libéria, Senegal, Mali, Angola , Uganda e Argélia são os que estão passando por tristes e avassaladoras guerras civis. Até 2005, eram 23 países que estavam em plana guerra civil.Geralmente essas guerras são de caráter etnológico, ou religioso. As guerras dão inúmeros prejuízos, causam ainda mais fome, e também destroem a esperança do povo africano.

Criança africana.

Como acabar com a fome e miséria na África

Segundo especialistas céticos, é praticamente impossível acabar com a fome e a miséria, pois para isso, todos os países teriam que se unir, destinando uma porcentagem da produção mundial de alimentos para saciar a fome, não somente na África, mas também em todas as Américas, e Ásia. Além disso, uma ajuda anual teria que ser enviada, como também o investimento de empresas governamentais estrangeiras, ou empresas privadas estrangeiras, que levariam até a África mais chances de emprego e renda a sua população.

28/11/08 por Fabio

   



Mais informações por email

Comentar